Sunday, March 25, 2012

ÉRICA ZÍNGANO














Mencionada por:
Roberta Ferraz
Ricardo Pinto de Souza

Menciona:
Júlia de Carvalho Hansen
Renan Nuernberger
Francine Jallageas
Andréa Catrópa
Danilo Bueno



POEMAS


da série “minha coleção de poemas” (2010)







versão do poema “un coup de dés” em código morse (2011)


(Clique na imagem para aumentar)







da plaquete kamikaze coming soon (2011-2012),
“kamikaze just in case”







três tigres timbrados
pedigree comprovado
perderam suas listras



e deixaram de ser tigres
e deixaram de ter timbre
e deixaram de ser tristes



cansados do neobobo
abandonaram o ouro
e foram dançar o coco










adendo:



um sr. de bigode de rosto redondo
engraçado
e voz esgalhada
estava fazendo uma enquete sobre poesia
berimbau e jequitibá
me perguntou em castelhano castiço
apenas para constar na lista
da sua pesquisa
que reúne estudos de caso de casos
peculiares
se algum poema que escorreu
pelas minhas tintas
(diga-se de passagem, made in china) tinha
em seu rol de palavras crescidas
por acidente ou acaso
ambas se equivalem
em muitas situações
a palavra tigre
como eu gosto de precisar os detalhes
perguntei pormenores
asiáticos ou seriam por ventura
sul-americanos?
ele titubeou e falou em filiação
mãe, pai, irmão... essas coisas
primeiro eu disse que não
depois eu me lembrei da fábula
dos três tigres e disse que sim
mas expliquei que eram três tigres
diferentes dos tigres habituais
porque eles tinham perdido as listras
eu perguntei se ainda assim valia
a título de curiosidade
ele fez uma nota explicativa e
deu por encerrada a entrevista
continuamos falando de quitutes








BIO/BIBLIOGRAFIA


A biografia seria sempre maior do que cabe aqui.
E ainda não inventaram uma máquina para calcular
a medida da vida em metros.


Érica Zíngano nasceu em Fortaleza-CE, em 1980. Faz doutorado em Literatura na Universidade Nova de Lisboa, onde estuda a Obra de Maria Gabriela Llansol. Publicou poemas em revistas e o livro fio, fenda, falésia (2010), com Renata Huber e Roberta Ferraz, através do prêmio ProAc (2009), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. Um dos poemas que separou para cá integra a plaquete Kamikaze Coming Soon, em preparação com a artista portuguesa Alexandra Ramires [http://otrabalhodaxa.blogspot.com/]. Também faz trabalhos em artes visuais, que podem ser vistos no mil e uma notas (genéricas): [http://mileumanotas.wordpress.com/].



POÉTICA









9 comments:

um cara legal... said...

gostosamente contemporânea...

Marcel Fernandes said...

muito bom. felizao pelo blog voltar a ativa. bjao

Aníbal Cristobo said...

Obrigado, nós também!

Guiga said...

Ai que bom que este blog afetivo voltou, maravilha! Parabéns Cristobo, parabéns Mazzini!

Aníbal Cristobo said...

Obrigado, Guiga! Esperamos poder continuar logo com mais poetas.

Guiga said...

Posso sugerir um? De minha cidade, muito delicado. Caso tenha interesse me dê um retorno que lhe enviarei alguns poemas dele para avaliação. e-mail: guigalok@gmail.com

Aníbal Cristobo said...

Guiga, muito obrigado, mas a idéia é que sejam @s poetas que aparecem aqui os que vão mencionando outr@s.

Muito obrigado,
Aníbal.-

Guiga said...

Pois é, tinha me esquecido, isso fugiria da proposta do blog, valeu Cristobo.

Expedito Gonçalves Dias said...

Acompanhando seus textos e entrelinhas...
Abraços!